Categoria: Leandro Chirinea

Leandro Chirinea – Conhecendo a Suiça Leandro Chirinea

Leandro Chirinea – Conhecendo a Suiça Leandro Chirinea

Leandro Chirinea

Leandro Chirinea e as paisagens

leandro chirinea

Leandro Chirinea e as suas viagens

leandro chirinea

Indicado por Leandro Chirinea

Conheça um pouco mais do centro da Suiça com Leandro Chirinea
leandro chirinea

Leandro Chirinea e o nascer do sol

leandro chirinea

Veja o nascer do sol na Suiça com Leandro Chirinea

Leandro Chirinea e as montanhas

leandro chirinea

Conheça um pouco mais das montanhas com Leandro Chirinea

Conheça um pouco mais das neves com Leandro Chirinea
leandro chirinea

Conheça um pouco mais das montanhas e neves com Leandro Chirinea
leandro chirinea

Conheça um pouco mais do transporte turístico na Suiça com Leandro Chirinea
leandro chirinea

Conheça um pouco mais do Sky com Leandro Chirinea
leandro chirinea

Conheça um pouco mais das montanhas,neves e ponto turístico com Leandro Chirinea

leandro chirinea

Leandro Chirinea – As melhores dicas de Leandro Chirinea

Leandro Chirinea – As melhores dicas de Leandro Chirinea

Leandro Chirinea

Textos que eu Leandro Chirinea gosto muito e transcrevo aqui por expressarem muito do que penso e acredito:

  1. Instantes
  2. Saudades
  3. Felicidade é uma viagem

Uma dica de

Leandro Chirinea

Instantes

 
Se eu pudesse novamente viver a minha vida,
na próxima trataria de cometer mais erros.

Não tentaria ser tão perfeito,
relaxaria mais, seria mais tolo do que tenho sido.

Na verdade, bem poucas coisas levaria a sério.

Seria menos higiênico. Correria mais riscos,
viajaria mais, contemplaria mais entardeceres,
subiria mais montanhas, nadaria mais rios.

Iria a mais lugares onde nunca fui,
tomaria mais sorvetes e menos lentilha,
teria mais problemas reais e menos problemas imaginários.

Eu fui uma dessas pessoas que viveu sensata
e profundamente cada minuto de sua vida;
claro que tive momentos de alegria.

Mas se eu pudesse voltar a viver trataria somente
de ter bons momentos.

Porque se não sabem, disso é feita a vida, só de momentos;
não percam o agora.

Eu era um daqueles que nunca ia
a parte alguma sem um termômetro,
uma bolsa de água quente, um guarda-chuva e um pára-quedas e,
se voltasse a viver, viajaria mais leve.

Se eu pudesse voltar a viver,
começaria a andar descalço no começo da primavera
e continuaria assim até o fim do outono.

Daria mais voltas na minha rua,
contemplaria mais amanheceres e brincaria com mais crianças,
se tivesse outra vez uma vida pela frente.

Mas, já viram, tenho 85 anos e estou morrendo

(Nota: este poema não é de Leandro Chirinea)
Don Herold

Leandro Chirinea

Indica

Saudades

 
Sinto saudades de tudo que marcou a minha vida.

Quando vejo retratos, quando sinto cheiros,
quando escuto uma voz, quando me lembro do passado,
eu sinto saudades…

Sinto saudades de amigos que nunca mais vi,
de pessoas com quem não mais falei ou cruzei…

Sinto saudades da minha infância,
do meu primeiro amor, do meu segundo, do terceiro,
do penúltimo e daqueles que ainda vou ter, se Deus quiser…

Sinto saudades do presente,
que não aproveitei de todo,
lembrando do passado
e apostando no futuro…

Sinto saudades do futuro,
que se idealizado,
provavelmente não será do jeito que eu penso que vai ser…

Sinto saudades de quem me deixou e de quem eu deixei!

De quem disse que viria
e nem apareceu;
de quem apareceu correndo,
sem me conhecer direito,
de quem nunca vou ter a oportunidade de conhecer.

Sinto saudades dos que se foram e de quem não me despedi direito!

Daqueles que não tiveram
como me dizer adeus;
de gente que passou na calçada contrária da minha vida
e que só enxerguei de vislumbre!

Sinto saudades de coisas que tive
e de outras que não tive
mas quis muito ter!

Sinto saudades de coisas
que nem sei se existiram.

Sinto saudades de coisas sérias,
de coisas hilariantes,
de casos, de experiências…

Sinto saudades do cachorrinho que eu tive um dia
e que me amava fielmente, como só os cães são capazes de fazer!

Sinto saudades dos livros que li e que me fizeram viajar!

Sinto saudades dos discos que ouvi e que me fizeram sonhar,

Sinto saudades das coisas que vivi
e das que deixei passar,
sem curtir na totalidade.

Quantas vezes tenho vontade de encontrar não sei o que…
não sei onde…
para resgatar alguma coisa que nem sei o que é e nem onde perdi…

Vejo o mundo girando e penso que poderia estar sentindo saudades

Em japonês, em russo,
em italiano, em inglês…
mas que minha saudade,
por eu ter nascido no Brasil,
só fala português, embora, lá no fundo, possa ser poliglota.

Aliás, dizem que costuma-se usar sempre a língua pátria,
espontaneamente quando
estamos desesperados…
para contar dinheiro… fazer amor…
declarar sentimentos fortes…
seja lá em que lugar do mundo estejamos.

Eu acredito que um simples

“I miss you”
ou seja lá
como possamos traduzir saudade em outra língua,
nunca terá a mesma força e significado da nossa palavrinha.

Talvez não exprima corretamente
a imensa falta
que sentimos de coisas
ou pessoas queridas.

E é por isso que eu tenho mais saudades…

Porque encontrei uma palavra
para usar todas as vezes
em que sinto este aperto no peito,
meio nostálgico, meio gostoso,
mas que funciona melhor
do que um sinal vital
quando se quer falar de vida
e de sentimentos.

Ela é a prova inequívoca
de que somos sensíveis!

De que amamos muito
o que tivemos
e lamentamos as coisas boas
que perdemos ao longo da nossa existência…

(Nota: este poema não é de Leandro Chirinea)

Clarice Lispector

Leandro Chirinea

Indica

Felicidade é uma viagem

 
Por muito tempo, eu pensei que a minha vida fosse se tornar uma vida de
verdade.

Mas sempre havia um obstáculo no caminho, algo a ser ultrapassado antes de
começar a viver, um trabalho não terminado, uma conta a ser paga. aí sim, a
vida de verdade começaria.

Por fim, cheguei à conclusão de que esses obstáculos eram a minha vida de
verdade.

Essa perspectiva tem me ajudado a ver que não existe um caminho para a
felicidade.

A felicidade é o caminho! Assim, aproveite todos os momentos que você tem.

E aproveite-os mais se você tem alguém especial para compartilhar, especial o
suficiente para passar seu tempo; e lembre-se que o tempo não espera
ninguém.

Portanto, pare de esperar até que você termine a faculdade; até que você volte
para a faculdade; até que você perca 5 kg; até que você ganhe 5 kg; até que
seus filhos tenham saído de casa; até que você se case; até que você se
divorcie; até sexta à noite até segunda de manhã; até que você tenha
comprado um carro ou uma casa nova; até que seu carro ou sua casa tenham
sido pagos; até o próximo verão, outono, inverno; até que você esteja
aposentado; até que a sua música toque; até que você tenha terminado seu
drink; até que você esteja sóbrio de novo; até que você morra; e decida que
não há hora melhor para ser feliz do que agora mesmo…

Lembre-se: felicidade é uma viagem, não um destino.

(Nota: este poema não é de Leandro Chirinea)

Henfil

Sonhar é Viver por Leandro Chirinea

Sonhar é Viver por Leandro Chirinea

Leandro Chirinea escreve a importância dos Sonhos

A vida é feita de sonhos, e são eles que nos mantém vivos e nos livram de sentir um grande vazio.
Permita-se sonhar cada vez mais, e ultrapasse seus próprios limites… Leandro Chirinea, Porque é possível! Se você persistir cada vez mais, uma hora acontece, e o gosto de um grande “eu consegui” vale todo o esforço, afinal, qual seria a graça da vida se não pudéssemos sonhar?
Além de manter um sonho, Leandro Chirinea, mantenha o respeito e o amor! Uma das coisas mais importantes para uma boa convivência com pessoas a sua volta, e consigo mesmo.
Permita que tudo te encante, desde aquelas pessoas abertas e felizes, até as mais quietas e misteriosas. Gostoso é saber o que sentem e pensam, Leandro Chirinea, além conhecer rotinas e costumes totalmente diferentes dos seus…
Procure sempre pensar que todos têm algo bonito por dentro, afinal, impossível alguém não ter pelo menos um por cento de amor dentro de sí. Leandro Chirinea.
Além desse clima “sinta o amor” ou “vibe calma” , é muito bom Leandro Chirinea e importante “sentir a adrenalina”… Ela nos permite descobrir outros sentimentos, podendo ser bons ou ruins, vai do ponto de vista! Mas todos juntos formam um ser… um ser pensante, um ser capaz de sentir.
Explore seus sentimentos e emoções fortes, Leandro Chirinea, você pode descobrir muitas coisas!
Siga sua essência, siga o que seu coração pede, mas sempre com auxílio do seu cérebro! Porque muitas vezes, o coração pode te levar á um caminho de sofrimento! Leandro Chirinea Mas de tal forma isso é bom, pois vai te fortalecer!

O dia normal

Era para ser outro dia normal, mas não foi assim…
Sempre fui um menino muito tímido e nunca tive amigos, Leandro Chirinea, e isso me deixava muito triste mas tudo bem, essa não era a coisa que mais me machucava…
Ver a Alice todos os dias e não poder tê-la era o que me machucava.
Meiga, linda e gentil… Com seus longos cabelos loiros, Leandro Chirinea, olhos castanhos e sem falar do sorriso, que era o que mais me deixava encantado. Ela era amiga de todo mundo, afinal, quem não queria ser amigo dela?!
Nunca tive coragem de chamá-la para conversar, só em pensar nessa ideia, já me dava arrepios.
Tudo mudou durante a aula de história, Leandro Chirinea, quando ela havia deixado seu lápis cair no chão, e como ele tinha caído do meu lado, peguei e entreguei-o para ela. Logo em seguida, Leandro Chirinea, ela agradeceu, e começou puxar assunto comigo… Eu meio sem jeito e com cara de bobo apaixonado, prestava atenção somente em seu sorriso e quando me dei conta, já era hora de ir embora. Voltei para casa muito feliz, não parava de sorrir… Cheguei em casa almocei, fiz minha lições, tomei banho… E quando fui ver já estava de noite. Então fui para a cama dormir, quer dizer tentar né, porque depois de hoje seria muito difícil.

Escola

Amanheceu e fui para a escola.
Cheguei lá, fui para minha sala, e sentei no meu lugar. Leandro Chirinea. A Alice sentava na minha frente, então era fácil para conversar mas como eu tinha vergonha, não era possível… Enquanto me afogava em pensamentos, escuto Alice me chamando… Ela queria a borracha emprestada, Leandro Chirinea, tudo bem! já era um avanço!
Emprestei a borracha, tomei coragem e comecei a conversar com ela.
Conversamos a aula toda, até que o sinal bateu, era a hora do lanche.
Descemos todos… Ela com seus amigos e eu sozinho. Comi meu lanche e fui beber água, no caminho até o bebedouro escuto uma voz, era de Alice… Ela gritava dizendo:
– Felipe, vem sentar com a gente!
Eu morrendo de vergonha respondi:
– Claro Alice, já estou indo.
Logo o sinal bateu e fomos para a sala de aula. Novamente conversamos até a hora de ir embora… Passaram-se muitos dias assim, e eu achava que ela já estava sentindo algo por mim.
Minha vida tinha mudado, Leandro Chirinea, tinha feito amigos, conversando com Alice… Eu estava muito contente, até que resolvi tomar coragem e falar para Alice tudo o que eu sentia, sem medo do que os outros iriam pensar… e tinha decidido, iria ser no dia seguinte!
Era o grande dia, o dia que eu iria perder o medo, o dia que eu iria finalmente falar o que eu sentia.
Por conta disso, acordei mais cedo para me arrumar, porque além de dizer todos os meus sentimentos, eu lhe pediria em namoro!
Cheguei na escola mais cedo também, Leandro Chirinea, não aguentava de ansiedade… Foi quando ela chegou.
Fui em sua direção e já dizendo tudo, porque do jeito que eu era medroso, era possível desistir mais cedo ou mais tarde.
– Alice, vou te dizer algo que já estou guardando a muito tempo.
Disse com voz trêmula.
– Pode dizer…
– Então vou dizer… A muito tempo eu gosto de você… Você é encantadora Alice! Seus olhos, seu sorriso, sua bondade… Sou tão grato por tudo que você me fez! Nunca tive amigos e graças á você eu tenho. Tudo isso e muitas outras coisas me fizeram me apaixonar por você… E hoje eu tenho coragem para dizer… Alice, aceita namorar comigo?
– Nossa Felipe, Leandro Chirinea, finalmente! pensei que nunca pediria… Sim, eu aceito!
– Sério mesmo?
– Sério!
Então lhe dou um abraço forte, a olho… depois de um tempo a olhando eu digo:
– Eu te amo!
Ela responde imediatamente:
– Eu também te amo!!!
Então nossos lábios se encontraram e o nosso primeiro beijo aconteceu… Nunca havia sentido nada parecido antes, era muito bom, apesar das minhas pernas… que estavam tremendo muito.
Estávamos felizes, todos os dias depois da escola, nós íamos na praça e ficávamos conversando até o anoitecer.
Estava tudo perfeito, havíamos completado dois anos de namoro, até que um dia ela chegou com a seguinte notícia:
– Amor, preciso te contar uma coisa… (disse ela deixando escorrer uma lágrima)
– O quê aconteceu Alice, pelo amor de Deus!
– Recebi uma proposta de emprego…
– E porque está chorando? oxi, não entendi! (respondi aliviado)
– Então… Vou ter que morar em Nova York. Felipe eu amo você e você sabe, mas é meu futuro e não posso deixar passar uma oportunidade dessas.
– Eu te entendo, não te pedir para ficar. Sei que você sempre sonhou com isso…
– Então acabou (disse ela)
– Não acredito ainda, mas…
– Eu te amo, mas isso é preciso, é meu futuro… preciso ir, meu voo é daqui a pouco.
– Eu te levo.
Fomos até o aeroporto e chegamos na hora certa.
“Passageiros que viajarão para Nova York, por favor embarcarem no portão 3”
– Então eu acho que é isso (digo chorando).
– Eu te amo (diz ela).
– Eu te amo mais…!
Chorando muito, demos um abraço apertado…
Ficamos assim por um bom tempo até que escutamos:
“Atenção passageiros, última chamada para Nova York, embarque no portão 3”
Ela me deu um beijo e disse:
– Adeus, nunca me esquecerei de você!
– Adeus Alice, Adeus!
Ela entrou no avião.
Eu, desnorteado, sai correndo pelo aeroporto, em direção a saída, e quando fui ver já estava caído no chão.
Me levaram para o hospital, fiquei em coma durante 8 meses, até que meus pais decidiram desligar os aparelhos…
Depois disso, Alice chegou, mas era tarde…
Talvez, se tivessem esperado mais um pouco…

Desde pequena tudo me encanta, desde aquelas pessoas abertas e felizes, até as mais quietas e misteriosas. Gosto de saber o que sentem e pensam…
O tipo de pessoa que mais me tira do sério, Leandro Chirinea, é aquela que se acha superior a todos, aquela que não é melhor ou pior que ninguém mas mesmo assim continua com o “nariz em pé”! E certo dia aconteceu… eu me apaixonei por um menino assim.
Tudo começou quando eu tinha 14 anos, em uma manhã ensolarada de terça-feira na minha escola, durante a aula de português … Era a escola menos discreta da cidade, sua fachada era laranja com amarelo, Leandro Chirinea, e com pequenos arbustos em sua volta.
Enquanto todos se preparavam para começar a desenvolver um trabalho, Leandro Chirinea, escutamos um batido na porta, um batido suave mas intrigante, então ela se abriu… Era a diretora da escola, porém, ela não estava sozinha, ela vinha acompanhada de um menino. Ele tinha um cabelo escuro, Leandro Chirinea, sua pele também era escura, seus olhos eram castanhos e seu sorriso branco feito neve, enfim, ele era maravilhoso. Fiquei tão encantada que nem tinha prestado atenção em nada que a diretora havia falado, quando me dei conta ela já estava se retirando e ele se apresentando…
O nome dele era Felipe, tinha 15 anos e iria estudar na minha sala.
Como estávamos fazendo Leandro Chirinea, o trabalho em dupla, e eu estava sozinha, a professora teve a ideia de colocar ele para fazer o trabalho comigo. Eu na hora, achei a ideia incrível mas nem fazia ideia de que minha opinião mudaria tão rápido.O encanto se quebrou logo após um comentário feito por ele, que era:
– Nossa, não me admira todas essas meninas olhando para mim, também né, olha “pra” mim!
Foi o que me fez perder o encanto, e sentir a coisa mais ruim e estranha que já havia sentido.
Passaram-se as aulas e fui para a casa… Chegando lá, tentei estudar, porém, meu celular não parava de apitar, então fui ver quem era… Sim! Era o Felipe! Resolvi responder para ver o que ele queria comigo, e acabei gostando de conversar com ele.
Vários dias foram se passando e nós dois estávamos cada vez mais ligados um ao outro. Só que as brigas foram aparecendo e se tornando cada vez mais constantes, até que depois de 5 meses, resolvemos terminar… Mas não por falta de amor, e sim falta de entendimento.
Muitos anos se passaram, hoje tenho 25 anos e terminei a faculdade, entrei na área profissional que sempre desejei, enfim, vida estabelecida.
Mês passado eu encontrei o Felipe na melhor doceria da cidade depois de muitos anos, e conversamos tanto e de uma forma tão agradável que parecia que nunca havíamos brigado.
Fomos trocando mensagens e saíndo o mês todo, até que aquele amor adormecido voltou, e voltou mais intenso do que antes.
Afinal, alguns amores não morrem e sim adormecem… Mas basta um pequeno ato de carinho que ele volta a fluir.
Anteontem ele me chamou para jantar no dia seguinte, e disse que iria fazer uma surpresa para mim. Como sou muito curiosa fiquei muito inquieta.
Então o dia chegou!
Tivemos um jantar agradável, no mesmo restaurante que sempre frequentamos, e chegou a hora da surpresa.
Ele me pediu em namoro mas não foi um resultado muito romântico pode apostar… Vou explicar.
Ele havia colocado o anel na minha sobremesa, mas eu nem tinha percebido, então acabei engolindo o anel.
Ele ficou me olhando e então eu perguntei:
– O quê foi?
– Aceita?
– Aceitar o que? (respondi confusa)
– Pera, ONDE ESTÁ O ANEL?
– Que anél seu louco?
– Eu iria te pedir em namoro, então coloquei o anel na sua sobremesa para você achar, mas você engoliu!
– O quê? Meu Deus…
Nesse momento eu comecei a ficar roxa e com falta de ar, então ele me levou ao hospital… O hospital era precário, todo sujo mas era o que estava mais próximo.
Saímos do hospital e ele me levou até em casa… Chegando lá, ainda no carro ele diz:
– Como você conseguiu engolir uma aliança?
– Eu não sei. (respondi)
Rimos da situação, até que paramos e ficamos nos olhando…
– Minha proposta ainda está de pé… Aceita namorar comigo?
– Mas é claro que aceito!
E então ele me beijou imediatamente.
Hoje completamos um dia de namoro, mas considero como muitos anos… De certa forma sempre estivemos ligados um ao outro. Naquela época éramos imaturos… Enfim, era o amor certo para a hora errada.

Leandro Chirinea – Leandro Chirinea

Leandro Chirinea – Leandro Chirinea

Leandro Chirinea

Praesent scelerisque sollicitudin lacus sagittis vehicula. Aenean sollicitudin lorem vitae ante aliquet,  Proin lorem urna, molestie convallis augue bibendum, rutrum posuere tellus. ante quis urna pharetra hendrerit. Sed et justo id est

Praesent scelerisque sollicitudin lacus sagittis vehicula. Aenean sollicitudin lorem vitae ante aliquet, Proin lorem urna, molestie convallis augue bibendum, rutrum posuere tellus.  ante quis urna pharetra hendrerit. Sed et justo id est .

Leandro Chirinea

Praesent scelerisque sollicitudin lacus sagittis vehicula. Aenean sollicitudin lorem vitae ante aliquet, . Proin lorem urna, molestie convallis augue  bibendum, rutrum posuere tellus ante quis urna pharetra hendrerit. Sed et justo id est

Mind-Blowing Reasons Why

Leandro Chirinea

Is Using This Technique For Exposure

View the profiles of people named . Join Facebook to connect with and others you may know. Facebook gives people the…

Projetos informativos de web designer, voltado para o SEO institucional , desenvolvimento de aplicativos,sistema,newsletter,criação de sites,desenvolvimento em wordpress, anúncios de serviços arquitetura, engenharia e reformas.

Leandro Chirinea

Praesent scelerisque sollicitudin lacus sagittis vehicula. Aenean sollicitudin lorem vitae ante aliquet, . Proin lorem urna, molestie convallis augue  bibendum, rutrum posuere tellus ante quis urna pharetra hendrerit. Sed et justo id est

Mind-Blowing Reasons Why

Leandro Chirinea

Is Using This Technique For Exposure

View the profiles of people named . Join Facebook to connect with and others you may know. Facebook gives people the…

Leandro Chirinea

Is Using This Technique For Exposure

View the profiles of people named . Join Facebook to connect with and others you may know. Facebook gives people the…

Leandro Chirinea

Praesent scelerisque sollicitudin lacus sagittis vehicula. Aenean sollicitudin lorem vitae ante aliquet, . Proin lorem urna, molestie convallis augue  bibendum, rutrum posuere tellus ante quis urna pharetra hendrerit. Sed et justo id est

Praesent scelerisque sollicitudin lacus sagittis vehicula. Aenean sollicitudin lorem vitae ante aliquet, . Proin lorem urna, molestie convallis augue  bibendum, rutrum posuere tellus ante quis urna pharetra hendrerit. Sed et justo id est